Projetos

Projeto de Pesquisa: Recompensas e retenção de profissionais técnicos e científicos em organizações de pesquisa e desenvolvimento de Florianópolis/SC

Início: 2011       Fim: 2015

Coordenadora do Projeto: Andrea Valéria Steil

Objetivo: Compreender os tipos e as características das recompensas que influenciam na retenção de profissionais técnicos e científicos em organizações privadas de P&D em Florianópolis/SC.

Método: Pesquisa descritiva, com abordagem de pesquisa mista e método multi-casos. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com os dirigentes das três organizações e foi administrado um questionário com uma amostra dos funcionários destas mesmas organizações. As três organizações de pesquisa e desenvolvimento pesquisadas possuem atuação no mercado nacional e internacional e estão localizadas em Florianópolis (SC). A coleta de dados ocorreu entre fevereiro e março de 2015. As entrevistas foram gravadas, transcritas e analisadas por meio da técnica de análise de conteúdo. Os dados obtidos por meio dos questionários foram analisados por meio do uso de regressão linear múltipla, com o uso do SPSS.

Principais Resultados: Na etapa qualitativa, os dirigentes destacaram que a importância da retenção de profissionais técnicos e científicos está relacionada como fato de que a experiência e o conhecimento técnico se acumulam nas funções, porque pessoas e conhecimentos são fundamentais para organizações de pesquisa e desenvolvimento, porque há alta demanda por estes profissionais no mercado de trabalho e porque há um alto custo (financeiro e de tempo) para a substituição deste profissional. Neste cenário, os principais desafios para a retenção destacados pelos dirigentes são a necessidade de mostrar um diferencial da organização em função de uma guerra de talentos inerente a este mercado, a necessidade do desenvolvimento de um modelo de gestão que atenda a diferentes expectativas e a competição com a estabilidade no emprego proporcionada pelas organizações públicas localizadas na região. Na etapa quantitativa, o melhor modelo preditivo da intenção de sair da organização foi composto por dez variáveis: cultura organizacional, percepção de apoio do supervisor, treinamento e desenvolvimento, satisfação no trabalho, processo seletivo e um conjunto de benefícios (R2 = 0,8).

 

Projeto de Pesquisa: Recompensas e retenção de profissionais em organizações intensivas em conhecimento, de base tecnológica, de Santa Catarina

Início: 2015      (em andamento)

Projeto de pesquisa aprovado na chamada: MCTI/CNPQ/Universal 14/2014.

Coordenadora do Projeto: Andrea Valéria Steil

Descrição: O principal objetivo é compreender os tipos e as características das recompensas que influenciam na retenção de profissionais em organizações intensivas em conhecimento, de base tecnológica, em Santa Catarina. A pesquisa utiliza método misto, com etapa de entrevistas com pelo menos dois dirigentes e um survey com os funcionários das organizações. Serão pesquisadas pelo menos duas organizações localizadas nas regiões de Florianópolis, Chapecó, Criciúma, Joinville e Blumenau, principais polos tecnológicos do estado. As organizações serão selecionadas intencionalmente com base em seu tamanho (médias ou grandes) e seu foco de atuação (organizações que atuam com tecnologia da informação). As entrevistas serão gravadas, transcritas e analisados por meio da técnica de análise de conteúdo. Será utilizada a análise de equações estruturais para verificar o modelo conceitual estabelecido e analisar as hipóteses de pesquisa.